Rádio Germinal

OUÇA RÁDIO GERMINAL, CLICANDO AQUI:

13 de jan de 2011

O Poder Corrompe

A série Bonanza, produzida nos anos 1960, fez sucesso nos idos dos anos 1970 no Brasil e vem sendo reproduzida no canal TCM, TV a Cabo, todos os dias pela noite. A série conta a história da família Cartwright, composta pelo viúvo Ben e seus filhos Adam, Litlejohn e Hoss (veja uma das aberturas da série abaixo), na época do "velho oeste". Alguns episódios da série abrem um bom espaço para a reflexão crítica da realidade social. Este é o caso do episódio "The Lawmaker".



Neste episódio, disponível no youtube em inglês e reprisado pelo canal TCM, conta a história de um modesto fazendeiro que se torna xerife após o titular ter quebrado a perna. O humilde fazendeiro, por medo, incompetência e acidente, mata dois criminosos e recebe fama, reconhecimento e dinheiro (recompensa) e larga sua humildade, substituindo-a por prepotência. O seu assistente, escolhido por ser empregado em sua fazenda, passou a ter que chamá-lo de "Sr. Moran", ele comprou novas roupas e usava a lei indiscriminadamente para atender seus interesses. Este é um bom exemplo da corrupção de um indivíduo. Sem dúvida, ele já tinha uma mentalidade propícia para isso e por isso assumiu o papel de forma tão exagerada.


O Personagem quando é "empossado"...




O personagem depois do "sucesso".


No prosseguimento, ele entra em conflito com a família Cartwright, a mais influente da região e dona do rancho Ponderosa, que foi em parte responsável por sua escolha como substituto do xerife. A mudança de roupas e de expressão facial do personagem mostra o que ele se tornou, embora, nesse caso e pelo nível exagerado da transformação, apenas realizou uma tendência que possuía há muito tempo, inclusive identificada por Ben Cartwright no início do filme, ao recordar o conflito entre ele e seu filho Adam.

Em síntese, o poder corrompe. Como já dizia Bakunin: “Dê o poder ao mais radical dos revolucionários e logo verá como ele se transforma num ditador”. E isso é mais grave ainda no caso dos ambiciosos e inescrupulosos. Desde o grande poder ao pequeno poder, a corrupção dos indivíduos ocorre cotidianamente. Os partidos políticos que se dizem de esquerda, por exemplo, são fontes poderosas de corrupção, tal como demonstrou Robert Michels em seu livro "Sociologia dos Partidos Políticos" e tal como se vê na música "Meu Amigo João".

Encontre mais músicas como esta em Núcleo de Pesquisa Marxista

Nenhum comentário: