Rádio Germinal

OUÇA RÁDIO GERMINAL, CLICANDO AQUI:

12 de dez de 2013

Uma Ponte para a Imaginação Infantil


Uma Ponte para a Imaginação Infantil

O filme “Ponte para Terabítia” não é excepcional e nem tem a força de “História sem Fim” ou, muito menos, “Momo e o Senhor do Tempo”, mas vai muito mais além de outra produções, como Coraline e o Mundo Secreto. Em Ponte para Terabítia, a fantasia e a imaginação não são condenadas e sim consideradas parte da realidade infantil, fuga da realidade e força para enfrentá-la simultaneamente, mostrando alguns dilemas que acometem crianças durante certa fase de sua vida. O mundo mágico tem ameaças, assim como o mundo real, e em ambos eles são enfrentados, mas o primeiro serve de “escola” para o segundo. Um filme mais simples e que tem como mérito buscar encontrar no mundo infantil os elementos para sua resistência ao mundo hostil com que se defrontam.
Ficha técnica:
Diretor: Gabor Csupo
Título: Ponte para Terabítia
País: EUA

Ano: 2007

11 de dez de 2013

A IDEALIZAÇÃO MASCULINA DA MULHER


A IDEALIZAÇÃO MASCULINA DA MULHER

A Mulher Invisível é um filme que, sem pretender, mostra os relacionamentos e conflitos amorosos. Isso ocorre através da percepção de um homem sobre o que seria a “mulher ideal” (bonita, gosta de futebol, não é possessiva, etc.), justamente a sua criação imaginária e invisível para os outros. Ela teria afinidades e valores semelhantes e, ao mesmo tempo, possuiria sensualidade e beleza, aderindo aos valores masculinos. Esse é o desejo masculino de uma mulher que viveria em função do homem, o que revela que a imagem de uma mulher ideal só seria adequada sendo feita por um homem ideal, não o idealizado pelas mulheres de hoje e sim de uma sociedade igualmente ideal, igualitária e sem opressão.

Diretor: Cláudio Torres
Título: A Mulher Invisível
País: Brasil
Produção: Conspiração Filmes / Globo Filmes / Warner Bros
Ano: 2009


6 de dez de 2013

Dieta para Engordar...


Dieta para engordar

Super Size Me - A Dieta do Palhaço, coloca em questão hábitos norte-americanos e sua generalização mundial. A obesidade é um reflexo dos fast foods. A grande experiência que Morgan Spurlock mostrou foi a de passar um mês se alimentando apenas no McDonalds e os efeitos negativos sobre sua saúde após esse período. Com a repercussão, a rede fez alterações no seu cardápio, mas os críticos não observaram nenhuma mudança qualitativa. O documentário peca por não aprofundar a razão do predomínio deste regime alimentar (se o fizesse seria uma excelente contribuição para a sociologia) e por focar apenas uma grande empresa ao invés da visão do conjunto. Apesar de ser polêmico e dos pontos questionáveis, é rico em informações e serve de alerta.

Título: Super Size Me – A Dieta do Palhaço.
Direção: Morgan Spurlock
Ano: 2003
País: EUA

Distribuição: Imagem Filmes

4 de dez de 2013

A Corrosão das Vitaminas



VITAMINAS E CORROSÃO DA SAÚDE

Corrosão – Ameaça em seu Corpo, dirigido por Philip Brophy, é uma produção independente australiana parecido ao filme A Coisa. A semelhança consiste em transformar um fenômeno cotidiano - um alimento, uma vitamina - em algo aterrorizador e, ainda, fazer crítica social. A história do uso de uma droga experimental por uma clínica de saúde promove mutação e desenvolvimento de um parasita que atinge até mesmo os seus funcionários. A busca de um corpo musculoso mostra as conseqüências nefastas da corpolatria e seu uso por aqueles que lucram com isso, de forma indiscriminada e independente dos males que pode causar. No filme, o que é proporcionado é a corrosão dos corpos das vítimas.


Título: Corrosão (Body Melt)
Direção: Philip Brophy
País: Austrália
Ano: 1993
Distribuição: Dark Side, Revista Works

http://www.worksdvd.com.br/

1 de dez de 2013

Vício Alimentar Destrutivo: A Coisa



VÍCIO ALIMENTAR DESTRUTIVO

Aparentemente, A Coisa, dirigido por Larry Cohen é apenas mais um filme de terror. Porém, a narração que começa com a descoberta de uma substância gosmenta, de origem extra-terrestre,  em uma mina, que é comercializada e se torna uma mania nacional, é bastante familiar, lembrando diversos produtos alimentícios que se transformaram em vícios para inúmeras pessoas. É uma versão metafórica da realidade. O filme também serve de alerta com relação a proteção do segredo da fórmula, que protege os direitos comerciais dos produtores passando por cima da necessária regularização da indústria alimentícia, o que é de interesse da saúde pública.

Título: A Coisa (The Stuff)
Direção: Larry Cohen
País: EUA
Ano: 1985

Distribuição: Editora NBO